Exportações de 2017 crescem 7% em relação ao ano anterior

Levantamento do Centro Internacional de Negócios do Sistema FIERN (CIN-FIERN) mostra que as exportações de dezembro de 2017 foram 12% maiores do que as de novembro do mesmo ano e 28,9% menores que as de dezembro de 2016.

Melões, embora em valores bem inferiores aos registrados em dezembro do ano passado, melancias, castanhas de caju, sal e tecidos de algodão foram os principais produtos exportados no mês respectivamente.

No acumulado de 2017 as exportações, que totalizaram US$ 304,5 milhões, foram 7% maiores que em 2016, este ano tendo sido 10,5% inferior a 2015, cujas exportações somaram pouco mais de US$ 318 milhões.

Melões, tecidos de algodão, melancias, castanhas de caju e sal foram os produtos mais exportados respectivamente. Dos 10 produtos mais exportados em 2017, apenas os melões, melancias e mangas tiveram variação positiva em relação a 2016.

Destaque-se ainda o crescimento de 292,8% nos valores exportados dos “produtos de animais impróprios para alimentação humana”, 11ª posição na pauta, produto esse que havia sofrido uma redução de 53% entre 2015 e 2016.

Na balança comercial, as importações foram 4% menores e a corrente de comércio 2,6% maior que em 2016.

Em relação aos destinos das exportações do RN, o grande crescimento nas exportações de melões e melancias, principalmente, levaram a um crescimento de 29,2% no destino União Europeia, com destaque para Holanda, Reino Unido e Espanha.

Por outro lado, a queda nas exportações dos produtos tradicionalmente dirigidos ao mercado norte americano levaram a uma redução de 22,3% nas exportações para os Estados Unidos.

Comente no Facebook